Rádio Educadora
Está Tocando Agora

BRASIL CABOCLO

Com Elizeu Santos até as 06:59
NOTÍCIAS

Postado em: 21/06/2022 às 15:10
0 Visualizações

Brasil acumula 115.963 casos prováveis de Chikungunya este ano


Foto:

O país já acumula 115.963 casos prováveis de Chikungunya, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Vigilância do Ministério da Saúde.

Até o dia 11 de junho passado, o aumento de casos da doença chega a  94,8%, Na comparação com 2021, quando as medidas de isolamento por causa da Covid-19 eram mais intensas. E a maioria absoluta se concentra na região nordeste: 96.078 casos.

Só no estado do Ceará, a incidência chega a 358,3 casos por cem mil habitantes, um total que ultrapassa 33 mil pessoas infectadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Até áreas com menor incidência também tiveram um aumento expressivo. De acordo a Secretaria de Saúde do Piauí, o estado passa por uma situação "preocupante".  Já registrou 6.333 notificações de casos prováveis este ano. No mesmo período de 2021 foram apenas 111 notificações. Um aumento superior a 5.600%.

Outra doença transmitida pelo Aedes aegypti que está trazendo preocupação é a dengue. São 535,8 casos por cem mil habitantes no país. Em relação a 2019, houve redução, mas essa quantidade de pacientes é quase o triplo do registrado no ano passado.

A incidência da dengue tem sido maior na região Centro-Oeste, principalmente no estado de Goiás, onde há o registro mais elevado nos últimos 8 anos e que chega a ser quatro vezes maior que a média nacional (2.264,6 casos por cem mil habitantes).

De acordo com a Secretaria de Saúde de Goiás, o governo do estado está monitorando, inclusive com drones, os locais de difícil acesso, para identificar criadouros do mosquito. Também foi criado um Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública de Arboviroses, para definir ações contra o aumento dos casos.

FONTE: Agência Nacional

 

Compartilhe essa Notícia