Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Programação Educadora

Interagir com o chat
Recados do programa: Programação Musical

Manda um abraço pro Jhonatan e o Miche, bellos de Manhueirinha-PR. Obrigado.

Por Luis Fernando Furlan em 13/08/2020 às 16:50h
Programa Super Tarde

manda um abraço para guarapuava deivid cesar valdo e eduardo

Por Cesar Zanedim em 09/08/2020 às 13:12h
Programa Musica da 103

bom dia zé, mande um abraço pra nos, em especial ao meu pai Jerônimo Borcat e os meus irmãos erineu e elizeu, elineu

Por Elineu Borcat em 09/08/2020 às 11:23h
Programa Prosa e Gaitaço

Ola Bom Dia Loucutora Da Educadora, Sou O João pedro da Rosa Antunes EStou Escutando E Olhando Teu Programa Aqui Em Soledae Rio Grande Do Sul, E Quero mandar Um Abraço Ao Teu Colega, Antonio Crus!!

Por João Pedro Da Rosa Antunes em 03/08/2020 às 11:17h
Programa Super Manhã

Bom dia Tiago, estamos aqui na escuta manda um alo pra nos!

Por Lucas Goes em 03/08/2020 às 09:00h
Programa Manhã 103

BOM DIA .. QUERO PEDIR A MÚSICA RECAIREI COM BAROES DA PISADINHA. OFEREÇO PARA O PESSOAL DO DEPARTAMENTO DE ESPORTE DE RESERVA DO IGUAÇU. CIDE, TAMILA, BRUNINHO E JULIANO. BJS E MUITO OBRIGADA, ESCUTAMOS TODO DIA O PROGRAMA, SHOW DE BOLA.

Por Tamila Siqueira em 23/07/2020 às 09:20h
Programa Manhã 103

Bom dia Zé Moraes, sou Érico Freitas Fontanella, acompanhando o seu programa, vc é TAURA mesmo parabéns, se vc puder roda aí Um Pito, obrigado.

Por Érico Freitas Fontanella em 19/07/2020 às 12:50h
Programa Prosa e Gaitaço

Boa tarde aqui é o Hamilton zorzenão De Curitiba.. Curtindo aqui . Manda um alo pra minha família de Porto barreiro.. Valeu.. abraço

Por Hamilton Zorzenão em 18/07/2020 às 14:28h
Programa Pediu Tocou

Bom Dia Tiago manda um alo pra minha familha ai de laranjeiras e de nova laranjeiras. Edenilson Antonio Cofroski de Primavera do Leste MATO GROSSO.

Por Edenilson Cofroski em 03/07/2020 às 08:41h
Programa Manhã 103

boa noite luizinho luciano Microlan https://www.youtube.com/watch?v=Ozmoe6hSBzo

Por Luciano de Carvalho Polonio em 01/07/2020 às 19:33h
Programa Ferro Velho

Bom dia Sr. Toca a música Lobisomem do Arvoredo do Mano Lima , oferecendo pro Vereador de virmond Cleomar Demétrio (POCA), todinho, e o Felipe, do campo das crianças.

Por Felipe Guilherme Zimermann em 28/06/2020 às 09:16h
Programa Bolicho do Galizé

MANDE UM ABRAÇO PRA MEUS PAIS NO RIO BANANAS SEU DAURI E DONA MARIA BONFIM SUA FAN NUMERO UM SOU A ZERLI DE CASCAVEL

Por Zerli Quadros em 25/06/2020 às 14:16h
Programa Tarde Sertaneja

BOM DIA THIAGO MANDA UM ALO PRA NOS AQUI DA ADE VEICULOS ESTAMOS NA ESCUTA

Por Ade Neneve em 19/06/2020 às 08:16h
Programa Manhã 103

Eai Tiago manda um alo pra nos ai...aqui da Coprossel!

Por Lucas Goes em 18/06/2020 às 08:35h
Programa Manhã 103

Bom dia Tiago . Wilson aqui do Iguaçu abraços

Por Wilson Aires em 18/06/2020 às 07:45h
Programa Manhã 103

Está tocando agora Programação Musical

Menu

Caso Marielle: testemunha envolve vereador e miliciano em assassinato

Informação

Em 09/05/2018 às 08:04 hrs

505 visualizações

Reportagem afirma que vereador Marcello Siciliano (PHS) e ex-policial militar que está preso queriam morte da vereadora. Procurado pelo jornal, Siciliano disse que não conhece o PM e que a notícia é 'mentirosa'

Caso Marielle: testemunha envolve vereador e miliciano em assassinatoCaso Marielle: testemunha envolve vereador e miliciano em assassinato

Uma testemunha contou à polícia, segundo informações obtidas pelo jornal O Globo, que o vereador Marcello Siciliano (PHS) e o ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo queriam a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL).

Procurado pelo jornal, o vereador disse que não conhece o PM – condenado e preso por chefiar uma milícia – e afirmou que a acusação da testemunha é "mentirosa". Siciliano prestou depoimento à Divisão de Homicídios sobre o assassinato de Marielle, no início de abril, na condição de testemunha. O vereador considerou a acusação uma "covardia" (Leia a nota completa no fim desta reportagem).

A motivação do crime, de acordo com o depoimento, foi o avanço de ações comunitárias de Marielle em áreas de interesse da milícia na Zona Oeste.

A vereadora foi executada com quatro tiros na cabeça na noite de 14 de março. Na ação, o motorista Anderson Gomes também foi atingido e morreu e uma assessora foi ferida por estilhaços.

De acordo com O Globo, a testemunha diz que foi forçada a trabalhar para Orlando e deu detalhes de como a execução foi planejada e diz que participou de reuniões. As conversas entre Orlando e Siciliano teriam começado em junho do ano passado.

"Eu estava numa mesa, a uma distância de pouco mais de um metro dos dois. Eles estavam sentados numa mesa ao lado. O vereador falou alto: “Tem que ver a situação da Marielle. A mulher está me atrapalhando”. Depois, bateu forte com a mão na mesa e gritou: “Marielle, p*ranha do Freixo”. Depois, olhando para o ex-PM, disse: 'Precisamos resolver isso logo'", afirmou a testemunha, segundo O Globo.

Marielle foi assessora do deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) durante a CPI das Milícias, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

A reportagem cita ainda que a testemunha concedeu três depoimentos à Divisão de Homicídios. Deu informações à polícia sobre datas, horários e reuniões entre Siciliano e o ex-PM, que atualmente está em Bangu 9, no Complexo Pentenciário de Gericinó, na Zona Oeste. Também teria fornecido nomes de quatro homens escolhidos para o assassinato, agora investigados pela polícia.

Ainda segundo a publicação, a testemunha contou que, um mês antes do atentado contra Marielle, o ex-PM deu a ordem para o crime de dentro da cela de Bangu 9.

O relato informa que Orlando, primeiro, mandou que homens de sua confiança providenciassem a clonagem de um carro, o Cobalt prata, e que o veículo foi visto circulando próximo da comunidade da Merk, na Zona Oeste, controlada pelo ex-PM.

A testemunha afirmou também que um homem identificado como Thiago Macaco foi encarregado de fazer o levantamento dos hábitos da vereadora: onde ela costumava ir, o local que frequentava e todos os trajetos que Marielle usava ao sair da Câmara de Vereadores.

O depoimento também cita que o ex-PM é "dono" da comunidade Vila Sapê, em Curicica, também na Zona Oeste, que trava uma guerra com os traficantes da Cidade de Deus. Segundo a testemunha, a vereadora passou a apoiar os moradores da Cidade de Deus e comprou briga com o ex-PM e o vereador, que tem uma parte do seu reduto eleitoral na região.

"Ela peitava o miliciano e o vereador. Os dois [o miliciano e Marielle] chegaram a travar uma briga por meio de associações de moradores da Cidade de Deus e da Vila Sapê. Ela tinha bastante personalidade. Peitava mesmo", revelou a testemunha, de acordo com o jornal.

Em nota, o vereador Marcelo Siciliano (PHS), negou qualquer envolvimento com o crime.

Fonte: G1

Tags:

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora Programação Musical

Com Programação Educadora até às 23:59h