Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Programação Educadora

Interagir com o chat
Recados do programa: Top 10 - Felipe Kaplan

mande um abra ço pfv ; )

Por Paulo Silva em 17/01/2019 às 15:03h
Programa Super Tarde

manda um abraço ae e toca umas do amadão

Por Paulo Silva em 17/01/2019 às 14:54h
Programa Tarde Sertaneja

saia do zap home do ceu

Por Paulo Silva em 17/01/2019 às 14:48h
Programa Tarde Sertaneja

OPA BOA TARDE NAO E SO AI NO EM LARANJEIRAS Q AACONTECE COM OS ANIMAIS EM SC TBM FAZEM ABANDONO E AS VEZES DSO VENENO AKI E O JULIANO Q ESTA ASSISTINDO AO VIVO

Por Juh Laise em 16/01/2019 às 12:49h
Programa Boletim de Ocorrência

Elizandra de Mangueirinha. Boa tarde Antonio! Toca os Mirins/meu canivete Oferecendo pro meu esposo Sidinei, minha sogra Iraci e meu sogro Sebastião.

Por Elizandra Ferreira em 12/01/2019 às 18:33h
Programa Na hora do mate

Boa tarde! Manda um alô pro meu esposo Sidinei. É a Elizandra de Mangueirinha

Por Elizandra Ferreira em 12/01/2019 às 18:11h
Programa Na hora do mate

BOA TARDE AUDI MANDA UM ALO PARA O PESSOAL DA WE PROJETOS AGRICOLAS DE RIO BONITO , QUERTIA PEDIR A MUSICA VIVENDO AKI NO MATO

Por Elizeu Wilczak em 09/01/2019 às 16:13h
Programa Super Tarde

sou Evandro de Rio bonito toque chão de giz com se Ramalho pra Valéria Santi Helena e Eloisa

Por Eloisa Santi em 04/01/2019 às 20:32h
Programa Hits Memory 103

boa noite Luidi sou Evandro de Rio bonito

Por Eloisa Santi em 04/01/2019 às 20:27h
Programa Hits Memory 103

Tarde Luidy,toca Bon Jovi-living on a player

Por Luiz Carlos Krutschok em 04/01/2019 às 19:26h
Programa Hits Memory 103

Olahhh toca uma do rauzitoo ai pra nois

Por Gilmar RaulSeixista em 02/01/2019 às 19:06h
Programa Hits Memory 103

Boa tarde sou Vanderlei de Camboriú SC Madá um beijo para minha mãe aí dona nena seu bastião

Por Rô Dos Santos em 27/12/2018 às 16:36h
Programa Super Tarde

Oi, aqui é a Yasmim Rochi de Criciúma SC, manda um abraço pro meu Avô Augustinho Rochi e toda família Rochi do Porto Santana e também pro meu avô Valdir Presa e pra toda família Presa do Porto Barreiro. Toca um modão, um abraço pra você!

Por Yasmim Rochi em 27/12/2018 às 11:33h
Programa Super Manhã

Bom dia,sou patrícia Fernandes,da Cidade de são João,mando um abraço prá minha família aí de LARANJEIRAS,peco a música Vanessa Camargo coração embriagado

Por Patricia Fernandes em 26/12/2018 às 08:21h
Programa Manhã 103

pessoal garda hotel de frente para o lago esta ligado no programa seu antonio cruz marcelo fabio jessyca o max a toda equipe garda hotel abraço e um feliz natal amigo antonio cruz

Por Fabio Nogueira em 22/12/2018 às 17:13h
Programa Na hora do mate

Está tocando agora Top 10 - Felipe Kaplan

Menu

Ministério Público denuncia Joesley Batista e mais cinco por corrupção

Política

Em 16/05/2018 às 07:49 hrs

186 visualizações

Denúncia foi apresentada ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília. Ministério Público afirma que J&F ofereceu vantagens indevidas a procurador; leia versões de denunciados

Ministério Público denuncia Joesley Batista e mais cinco por corrupçãoMinistério Público denuncia Joesley Batista e mais cinco por corrupção

O Ministério Público Federal denunciou à Justiça Federal de Brasilia o empresário Joesley Batista, dono do grupo J&F, e mais cinco pessoas por crimes como corrupção passiva, ativa, embaraço a investigações e lavagem de dinheiro (saiba os detalhes da denúncia mais abaixo).

A denúncia foi apresentada ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) no dia 27 de abril. A relatora do caso é a desembargadora Mônica Sifuentes.

Foram denunciados:

-Joesley Batista (dono da J&F): corrupção ativa, violação de sigilo funcional, embaraço a investigações e lavagem de dinheiro;

-Francisco de Assis (executivo da J&F): corrupção ativa, violação de sigilo funcional, embaraço a investigações e lavagem de dinheiro;

-Ângelo Goulart Vilella (procurador da República): corrupção passiva, violação de sigilo funcional, embaraço a investigações e lavagem de dinheiro;

-Willer Tomaz de Souza (advogado): corrupção ativa, violação de sigilo funcional, embaraço a investigações e lavagem de dinheiro;

-André Gustavo Vieira da Silva (publicitário): corrupção ativa e lavagem de --dinheiro;

-Juliano Costa Couto (presidente da OAB-DF): corrupção ativa e lavagem de dinheiro

No ano passado, já haviam sido denunciados por suposto vazamento de informações Ângelo Goulart Vilella e Willer Tomaz. Na ocasião, a denúncia foi apresentada ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região, com sede em São Paulo, onde Vilella atua.

Os dois chegaram a ser presos na Operação Patmos, da Polícia Federal, que também mirou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente Michel Temer (a operação foi deflagrada após as delações premiadas de executivos da J&F).

O caso, contudo, saiu da Justiça de São Paulo porque o Supremo Tribunal Federal entendeu que os fatos se relacionam às atividades do procurador Ângelo Vilella em Brasília. Por isso, o MPF precisou reanalisar o caso e apresentou nova denúncia, incluindo mais pessoas e mais provas.

Segundo o Ministério Público, as pessoas denunciadas atuaram em conjunto para vazar informações com o objetivo de favorecer o grupo de Joesley Batista.

Entenda a denúncia

A denúncia apresentada ao TRF-1 afirma que, para corromper o procurador ângelo Goullart Vilella, a J&F ofereceu por meio dos acusados três vantagens indevidas:

Pagamento de cerca de R$ 1,2 milhão a Willer Tomaz, pela Eldorado Celulose (empresa do grupo J&F), sob pretexto de prestação de serviços de advocacia;

Pagamento de R$ 50 mil mensais como ajuda de custo;

Pagamento de percentual de êxito na redução dos valores de avaliação das ações da empresas Eldorado no âmbito da Operação Greenfield.

Ao todo, o valor pago pela J&F a título de propina foi, segundo a denúncia, de R$ 3,7 milhões, valor referente a um contrato fictício com Willer Tomaz - a remuneração ao procurador seria de um terço do valor total.

"Os denunciados Joesley Batista, Franciso de Assis e Silva e Willer Tomaz de Souza ocultaram e dissimularam a natureza criminosa , a movimentação e propriedade total dos valores, sendo 1/3 da vantagem financeira paga para remunerar a prática do crime de corrupção passiva por parte do procurador Ângelo Goulart verdadeiro proprietário e destinatário da quantia, outro 1/3 para André Gustavo que iniciou as tratativas de negociação ligando corruptores corrompido e 1/3 para Juliano Costa Couto, que impedido de atuar às claras seguiu o plano criminoso em comunhão de esforços com Willer Tomaz", afirma a denúncia.

Ainda de acordo com o documento, Ângelo Vilella recebeu dinheiro da JBS para vazar informações da procuradoria para os investigados durante a apuração sobre fundos de pensão. Vilella integrava a força-tarefa e já havia sido denunciado.

O Ministério Público pede reparação de R$ 24 milhões.

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora Top 10 - Felipe Kaplan

Com Programação Educadora até às 00:59h