Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Programação Educadora

Interagir com o chat
Recados do programa: Voz do Brasil

Bom dia manda um abraço pro pessoal aqui do MIMUS PET SHOP que inaugurou sabado passado... estamos na escuta ai pessoal.. Grande ABRAÇO a todos voçês

Por Douglas Casasola em 22/08/2019 às 08:00h
Programa Manhã 103

Bom dia,sou de Nova Laranjeiras-PR,estou ouvindo a rádio na minha loja de produtos naturais Cristalinas. Tere Casanova Manda um Oii

Por Elis Marina Hennig em 19/08/2019 às 12:00h
Programa Jornal Educadora

Olá sou o Antonio carlos de mafra SC. Também estou ligado na educadora.abrç.

Por Antonio Carlos Moreira Moreira em 18/08/2019 às 23:07h
Programa Musica da 103

bom dia, estou em Chopinzinho ouvindo esta radio muito boa, eduardo

Por Eduardo Luiz Neotti Neotti em 18/08/2019 às 10:12h
Programa Bolicho do Galizé

Bom dia amigos... lembrando que hoje no Haikai delivery haverá atendimento combinados a partir de 50 reais.

Por Patricia Collaço em 17/08/2019 às 09:14h
Programa Estação 103

toca Modern Talking - Atlantis Is Calling para Vainer informática

Por Aron Vainer em 12/08/2019 às 19:16h
Programa Hits Memory 103

ola antonio sou a marines do guarai estou ouvindo vc

Por Bento Machado em 12/08/2019 às 14:08h
Programa Tarde Sertaneja

o loira q gosta de arumar os cabelo eu to vendo

Por Vinicius Chaves em 03/08/2019 às 14:46h
Programa Pediu Tocou

Bom tarde aqui na borracharia Damer no Covo so da e103.fm

Por Evandro Damer em 31/07/2019 às 13:41h
Programa Tarde Sertaneja

moro em wenceslau braz pr pesso uma musica para ouvir me chamo orlando

Por Orlando Da Silva Marondes Junior em 30/07/2019 às 18:16h
Programa Rancho 103

Boa noite Giovane,tios bem? É a Bruna de Rio Bonito. Gostaria de pedir a música traição da banda pérola negra.

Por Bruna Danieli em 27/07/2019 às 19:23h
Programa Top Bandas 103

Boa noite, tudo bem Giovani? Gostaria de escutar a música " traição" da banda pérola negra. Só pra curtir. Bruna de rio bonito do Iguaçu

Por Bruna Danieli em 27/07/2019 às 19:05h
Programa Top Bandas 103

Eu gostaria de participar para concorrer ao café da manhã dia 31/07, para minha filha Laisa Gabriela Cole de Oliveira, ela estuda na UFFS, mas está fazendo estágio na cooperativa, gostaria muito que no dia 31/07 ela ganhasse a cesta de aniversário, eu moro em Três Barras do Paraná, não poderei estar com ela nesse dia???? . Gostaria se possível ganhar para ela. Ela nunca ganhou numa festa., Sei q ficaria muito feliz.

Por Sol Cole em 25/07/2019 às 18:28h
Programa Rancho 103

Precisava do número do watssap da rádio meia com urgência

Por Sol Cole em 25/07/2019 às 18:23h
Programa Rancho 103

Boa noite, sou Solange de Três Barras do Paraná

Por Sol Cole em 25/07/2019 às 18:18h
Programa Rancho 103

Está tocando agora Voz do Brasil

Menu

Número de trabalhadores que se viram por conta própria bate recorde no Paraná

Informação

Em 17/05/2019 às 07:45 hrs

116 visualizações

No primeiro semestre deste ano havia 1,413 milhão de paranaenses atuando de forma autônoma

Número de trabalhadores que se viram por conta própria bate recorde no ParanáNúmero de trabalhadores que se viram por conta própria bate recorde no Paraná

O número de pessoas trabalhando por conta própria (os famosos autônomos) bateu recorde no Paraná neste começo de 2019. Segundo informações divulgadas ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no primeiro semestre deste ano havia 1,413 milhão de paranaenses atuando de forma autônoma, recorde da série histórica iniciada em 2012. Se somados os trabalhadores informais, seriam mais 980 mil trabalhadores fazendo “bicos” para sobreviver.

Mas se o número de trabalhadores se virando por conta própria cresce, o mercado de trabalho como um todo segue estagnado. De acordo com a PNAD Contínua, no primeiro trimestre deste ano havia 5,5 milhões de pessoas ocupadas no Paraná (o equivalente a 58,9% da população em idade para trabalhar), ao passo que no último trimestre de 2018 o número era de 5,529 milhões (uma redução de 0,5%).

Na prática, então, temos um cenário no estado em que 25% dos trabalhadores ocupados (ou seja, que exercem alguma atividade remunerada) atuam de forma autônoma. Os números são reflexo da readaptação do mercado de trabalho após as perdas com a crise. Em um cenário de recuperação mais lento do que o esperado, as vagas formais não crescem da maneira esperada..

O trabalho por conta própria, então, apresenta-se como alternativa ao desemprego, em especial num momento em que as tecnologias disruptivas ganham um notável espaço no mercado trabalhista. Gigantes como a Uber e a 99, aplicativos de carona, são exemplos já clássicos. Mais recentemente, foi vez da Lavô, um app de Lava Car, ganhar espaço.

No último dia 11, menos de duas semanas após a inauguração do serviço em Curitiba, já se fez necessária a promoção de um novo treinamento para os parceiros do aplicativo. E isso por causa da grande procura de pessoas interessadas em trabalhar com o app – foram mais de 1.000 inscrições de profissionais interessados.

Taxa de desemprego cresce no primeiro trimestre

A taxa de desemprego cresceu em 14 das 27 unidades da Federação no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre do ano passado, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNAD-C), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nas outras 13 unidades, a taxa manteve-se estável.

A taxa de subutilização (os que estão desempregados, que trabalham menos do que poderiam e que estavam disponíveis para trabalhar mas não conseguiram procurar emprego) do primeiro trimestre foi a maior dos últimos da série histórica (iniciada em 2012) em 13 das 27 unidades da Federação.

As maiores taxas foram observadas no Piauí (41,6%), Maranhão (41,1%), Acre (35%), na Paraíba (34,3%), no Ceará (31,9%) e Amazonas (29,2%). A taxa média de subutilização no país foi de 25%, também a maior da série histórica.

Desalentados
Os maiores contingentes de desalentados (aqueles que desistiram de procurar emprego) no primeiro trimestre deste ano foram registrados na Bahia (768 mil pessoas) e no Maranhão (561 mil). Os menores foram observados em Roraima (8 mil) e no Amapá (15 mil).

Os maiores percentuais de trabalhadores com carteira assinada estavam em Santa Catarina (88,1%), no Rio Grande do Sul (83,2%) e Rio de Janeiro (81,8%) e os menores, no Maranhão (50,3%), Piauí (52,5%) e Pará (53,0%).

Paraná
A taxa de desocupação no Paraná nos primeiros três meses de 2019 caiu em relação ao primeiro trimestre do ano passado e faz com que o Estado tenha um dos menores índices de desemprego no país. Além disso, o rendimento médio real dos trabalhadores paranaenses é o quarto maior do país.

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 8,9% dos moradores do Estado estão procurando emprego – esse índice era de 9,6% em 2018. Apenas Santa Catarina (7,2%) e Rio Grande do Sul (8%) possuem marcas melhores.

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora Voz do Brasil

Com Programação Educadora até às 21:59h