Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Tiago Almeida

Interagir com o chat
Recados do programa: Boletim de Ocorrência

Bom Dia Tiago manda um alo pra minha familha ai de laranjeiras e de nova laranjeiras. Edenilson Antonio Cofroski de Primavera do Leste MATO GROSSO.

Por Edenilson Cofroski em 03/07/2020 às 08:41h
Programa Manhã 103

boa noite luizinho luciano Microlan https://www.youtube.com/watch?v=Ozmoe6hSBzo

Por Luciano de Carvalho Polonio em 01/07/2020 às 19:33h
Programa Ferro Velho

Bom dia Sr. Toca a música Lobisomem do Arvoredo do Mano Lima , oferecendo pro Vereador de virmond Cleomar Demétrio (POCA), todinho, e o Felipe, do campo das crianças.

Por Felipe Guilherme Zimermann em 28/06/2020 às 09:16h
Programa Bolicho do Galizé

MANDE UM ABRAÇO PRA MEUS PAIS NO RIO BANANAS SEU DAURI E DONA MARIA BONFIM SUA FAN NUMERO UM SOU A ZERLI DE CASCAVEL

Por Zerli Quadros em 25/06/2020 às 14:16h
Programa Tarde Sertaneja

BOM DIA THIAGO MANDA UM ALO PRA NOS AQUI DA ADE VEICULOS ESTAMOS NA ESCUTA

Por Ade Neneve em 19/06/2020 às 08:16h
Programa Manhã 103

Eai Tiago manda um alo pra nos ai...aqui da Coprossel!

Por Lucas Goes em 18/06/2020 às 08:35h
Programa Manhã 103

Bom dia Tiago . Wilson aqui do Iguaçu abraços

Por Wilson Aires em 18/06/2020 às 07:45h
Programa Manhã 103

Bom dia Tiago, manda um abraço aqui pra nós da Norte Topografia em Candói, estamos ligados na E103 abraço Charles Echer

Por Charles Echer em 17/06/2020 às 09:34h
Programa Manhã 103

To na escuta Zé aqui em Lençóis Paulista SP, manda um abraço pro meu povo que está na escuta la na Estância Baía, forte abraço.

Por Marcielo Ramalho em 14/06/2020 às 11:40h
Programa Prosa e Gaitaço

Aqui é o Mussum do Posto Shell de Chopinzinho, ... manda um cacildis pra galera que está acompanhando o programa

Por Posto Shell em 07/06/2020 às 10:44h
Programa Bolicho do Galizé

Bom dia, estamos aqui na Panificadora, iniciando os trabalhos

Por Moises Gandin em 06/06/2020 às 06:19h
Programa Festa na Roça

Boa tarde Exmo. Ver. e excelente radialista Antônio Cruz, parabéns pelo seu empenho no combate aos privilégios.

Por Odair Manfroi em 01/06/2020 às 13:39h
Programa Tarde Sertaneja

Boa tarde aqui é o silvio, neto do saudoso NEGO DA GAITA, sempre estamos na sintonia educadora, quero ouvir Loira querida do INDIO ARAGANO, um grande abraço a todos do Presidente vargas

Por Silvio Grind em 31/05/2020 às 13:02h
Programa Musica da 103

Boa tarde aqui é o silvio, neto do saudoso NEGO DA GAITA, sempre estamos na sintonia educadora, quero ouvir Loira querida do INDIO ARAGANO, um grande abraço a todos do Presidente vargas

Por Silvio Grind em 31/05/2020 às 12:57h
Programa Prosa e Gaitaço

Boa tarde aqui é o silvio, neto do saudoso NEGO DA GAITA, sempre estamos na sintonia educadora, quero ouvir Loira querida do INDIO ARAGANO, um grande abraço a todos do Presidente vargas

Por Silvio Grind em 31/05/2020 às 12:46h
Programa Prosa e Gaitaço

Está tocando agora Boletim de Ocorrência

Com Tiago Almeida até às 12:59h

Menu

Preço da soja pode subir de novo, mas será que produtor conseguirá vender?

Agronegócio

Em 12/03/2020 às 14:17 hrs

165 visualizações

Nem mesmo a forte queda da cotação do grão, na Bolsa de Chicago, deve evitar a alta nos valores da saca no Brasil. Para analista, os valores elevados podem atrapalhar o interesse dos compradores, mas produtores devem tentar vender

Canal RuralCanal Rural

Dia nervoso no mercado mundial deve trazer oportunidades para o mercado da soja no Brasil, avalia o analista de mercado Luiz Fernando Gutierrez, da Safras & Mercado. Nesta quinta-feira, 12, as cotações do grão atingiram o pior patamar desde setembro de 2019, mas a alta do dólar deve compensar e fazer com que os preços da saca subam no país. Mas para ele compradores podem ficar retraídos, entenda!

Segundo o analista, os preços mais elevados da saca devem fazer com que a ponta vendedora vá ao mercado negociar. “Acredito que o preço da saca subirá um pouco nesta quinta, pois a ponta vendedora vai querer negociar. O dólar batendo os R$ 5, traz uma oportunidade e supera até essa forte queda de 2% que a cotação registra no momento da Bolsa”, afirma Gutierrez.

Chicago atinge pior patamar
Os contratos da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) acompanham os mercados internacionais, que refletem o avanço do coronavírus no mundo. Os contratos de referencia, de maio, bateram a mínima de US$ 8,53 por bushel no dia, pior patamar desde setembro de 2019. Essa mínima representa uma queda de quase 2,2% ante os valores de fechamento do dia anterior, na casa dos US$ 8,72 por bushel. 

A consultoria Safras & Mercado afirma que o mercado segue o sentimento de pessimismo que toma conta dos mercados de ações, com fortes perdas na Ásia e na Europa, e de commodities, com os possíveis danos que podem ser gerados à economia global com a pandemia de coronavírus

Dólar
O dólar comercial opera em forte alta frente ao real nesta quinta-feira, após abrir no limite de alta e, consequentemente, nas máximas históricas, acima de R$ 5,00 pela primeira vez. Para a consultoria isso representa um ambiente de forte aversão ao risco generalizado nos ativos globais em meio aos desdobramentos do coronavírus.

Tendência para o mercado
Segundo o analista o câmbio subindo eleva o preço da soja, mas os preços na Bolsa de Chicago caindo seguram um pouco a alta potencial no país.

“A alta do câmbio e a queda em Chicago não mudam a conta tanto assim. Ainda assim, acredito que o preço da saca subirá e o produtor tem que se garantir e ir travando vendas, pois a queda do dólar pode ser repentina e toda essa oportunidade irá desaparecer”, afirma Gutierrez.

O analista ressalta, no entanto, que já tem muita soja vendida no país, mais de 60% da safra 2019/2020, bem acima do normal que é de 45% e isso pode limitar o interesse da ponta compradora. “Os compradores devem se retrair neste momento. Seja por menor necessidade, mas também pelos altos preços. Isso deve valer não só pelo grão, mas também pelo farelo e pelo óleo”, diz.

Por fim ele destaca que se não fosse o câmbio, o país não teria preços nestes níveis e a saca seria negociada com valores bem mais baixos. “Se o câmbio estivesse em R$ 4,20, a saca no Brasil seria negociada com perdas de até R$ 10, seguramente. O produtor está tendo sorte, ainda mais no momento de colheita. O céu é o limite para o câmbio e pode subir bem mais, mas o produtor tem que se garantir”, conta Gutierrez.

Fonte: Canal Rural

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora Boletim de Ocorrência

Com Tiago Almeida até às 12:59h