Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Elizeu Santos

Interagir com o chat
Recados do programa: Brasil Caboclo

Bom Dia Tiago manda um alo pra minha familha ai de laranjeiras e de nova laranjeiras. Edenilson Antonio Cofroski de Primavera do Leste MATO GROSSO.

Por Edenilson Cofroski em 03/07/2020 às 08:41h
Programa Manhã 103

boa noite luizinho luciano Microlan https://www.youtube.com/watch?v=Ozmoe6hSBzo

Por Luciano de Carvalho Polonio em 01/07/2020 às 19:33h
Programa Ferro Velho

Bom dia Sr. Toca a música Lobisomem do Arvoredo do Mano Lima , oferecendo pro Vereador de virmond Cleomar Demétrio (POCA), todinho, e o Felipe, do campo das crianças.

Por Felipe Guilherme Zimermann em 28/06/2020 às 09:16h
Programa Bolicho do Galizé

MANDE UM ABRAÇO PRA MEUS PAIS NO RIO BANANAS SEU DAURI E DONA MARIA BONFIM SUA FAN NUMERO UM SOU A ZERLI DE CASCAVEL

Por Zerli Quadros em 25/06/2020 às 14:16h
Programa Tarde Sertaneja

BOM DIA THIAGO MANDA UM ALO PRA NOS AQUI DA ADE VEICULOS ESTAMOS NA ESCUTA

Por Ade Neneve em 19/06/2020 às 08:16h
Programa Manhã 103

Eai Tiago manda um alo pra nos ai...aqui da Coprossel!

Por Lucas Goes em 18/06/2020 às 08:35h
Programa Manhã 103

Bom dia Tiago . Wilson aqui do Iguaçu abraços

Por Wilson Aires em 18/06/2020 às 07:45h
Programa Manhã 103

Bom dia Tiago, manda um abraço aqui pra nós da Norte Topografia em Candói, estamos ligados na E103 abraço Charles Echer

Por Charles Echer em 17/06/2020 às 09:34h
Programa Manhã 103

To na escuta Zé aqui em Lençóis Paulista SP, manda um abraço pro meu povo que está na escuta la na Estância Baía, forte abraço.

Por Marcielo Ramalho em 14/06/2020 às 11:40h
Programa Prosa e Gaitaço

Aqui é o Mussum do Posto Shell de Chopinzinho, ... manda um cacildis pra galera que está acompanhando o programa

Por Posto Shell em 07/06/2020 às 10:44h
Programa Bolicho do Galizé

Bom dia, estamos aqui na Panificadora, iniciando os trabalhos

Por Moises Gandin em 06/06/2020 às 06:19h
Programa Festa na Roça

Boa tarde Exmo. Ver. e excelente radialista Antônio Cruz, parabéns pelo seu empenho no combate aos privilégios.

Por Odair Manfroi em 01/06/2020 às 13:39h
Programa Tarde Sertaneja

Boa tarde aqui é o silvio, neto do saudoso NEGO DA GAITA, sempre estamos na sintonia educadora, quero ouvir Loira querida do INDIO ARAGANO, um grande abraço a todos do Presidente vargas

Por Silvio Grind em 31/05/2020 às 13:02h
Programa Musica da 103

Boa tarde aqui é o silvio, neto do saudoso NEGO DA GAITA, sempre estamos na sintonia educadora, quero ouvir Loira querida do INDIO ARAGANO, um grande abraço a todos do Presidente vargas

Por Silvio Grind em 31/05/2020 às 12:57h
Programa Prosa e Gaitaço

Boa tarde aqui é o silvio, neto do saudoso NEGO DA GAITA, sempre estamos na sintonia educadora, quero ouvir Loira querida do INDIO ARAGANO, um grande abraço a todos do Presidente vargas

Por Silvio Grind em 31/05/2020 às 12:46h
Programa Prosa e Gaitaço

Está tocando agora Brasil Caboclo

Com Elizeu Santos até às 06:59h

Menu

Produtor que não cumprir com normas terá leite descartado

Agronegócio

Em 06/11/2019 às 13:32 hrs

2730 visualizações

O esforço da Adapar é continuar com a fiscalização atenta para que o leite produzido no Paraná continue sendo referência nacional em qualidade e quantidade.

AdaparAdapar

A Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento e a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná alertam os produtores de leite e proprietários de laticínios para a necessidade de manter o cumprimento das Instruções Normativas 76 e 77. As instruções entraram em vigor dia 1º de maio, mas desde o dia 1º poderá ocorrer o descarte do leite coletado, caso não esteja em conformidade com a legislação do Ministério da Agricultura.

Não haverá um aperto na fiscalização que já está em andamento, diz Marisa Koloda Heinning, gerente do Serviço de Inspeção do Paraná (SIP) da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). “Passados seis meses da entrada da legislação em vigor, temos disponíveis as primeiras métricas que aferem a limpeza e qualidade do leite e conferem se as instruções normativas estão sendo seguidas ou não”.

Desde o dia 1º de novembro, iniciou-se o período de descarte do leite que não está em conformidade com a legislação. Conforme as métricas que estão sendo acompanhadas, o leite que apresentar uma média superior a 300 UFC/ML (Unidade de Formação de Colônia por milímetro) ou 500 mil células somáticas por ml no caso do leite cru refrigerado, será descartado. A fiscalização vai ocorrer nos laticínios.

A Adapar fiscaliza em torno de 76 laticínios de médio porte que comercializam seus produtos no território paranaense, sendo que a maioria apresenta procedimentos em conformidade com a legislação, disse a gerente da Adapar. Segundo ela, esses laticínios estão atentos ao cumprimento das Instruções Normativas e seguem fazendo os exames periódicos e colocando as informações em planilhas.

Os laticínios e indústrias que comercializam seus produtos somente no município são fiscalizados pelo SIM (Serviço de Inspeção Municipal). E os estabelecimentos que colocam seus produtos no território nacional e para exportação são fiscalizados pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura.

O esforço da Adapar é continuar com a fiscalização atenta para que o leite produzido no Paraná continue sendo referência nacional em qualidade e quantidade. Segundo o IBGE, o Paraná é o segundo maior produtor de leite do País com uma produção de 4,4 bilhões de litros em 2018.

Em relação aos laticínios fiscalizados pelo SIP/POA (Serviço de Inspeção do Paraná de Produtos de Origem Animal), caso não sigam as novas normas do Ministério da Agricultura serão autuados, avisou a gerente da Adapar.

INSTRUÇÕES NORMATIVAS - As INs 76 e 77 tratam basicamente da qualidade do leite entregue na indústria. Os produtores devem entregar o leite a temperatura de 4º C, para evitar a proliferação de bactérias.

O leite entregue na indústria deve apresentar também índices mínimos de 3% de gordura, 2,9% de proteína e 4,3% de lactose. São essas as métricas que estão sendo acompanhadas pelos exames periódicos que devem ser feitos pelos laticínios.

Também os laticínios devem seguir normas específicas que constam nas instruções normativas. O leite recebido deve estar na temperatura máxima de 7º C (ou até 9º C, excepcionalmente).

Segundo o engenheiro agrônomo Hernani Alves da Silva, gerente operacional de Desenvolvimento Rural da Emater, os encontros de treinamento e capacitação de produtores e indústrias no Paraná têm sido um sucesso. Eles são focados em orientar o produtor e indústria e fazer o controle de células somáticas – que é a mastite – e o controle bacteriano total que é basicamente a higiene no processo de ordenha e limpeza dos equipamentos utilizados.

CAPACITAÇÃO - Para orientar os produtores, a Emater do Paraná promoveu 179 encontros entre seminários, reuniões técnicas e encontros, que envolveram a capacitação e treinamento de 11.577 pessoas entre produtores e representantes de laticínios. Foram realizados eventos em todas as regiões do Estado.

Um encontro em Laranjeiras do Sul nesta quarta-feira (29), promovido pela Emater e Adapar, reuniu mais de 400 produtores e 7 indústrias da região. Em Umuarama, uma semana antes, o mesmo encontro reuniu mais de 300 produtores de leite.

Nestes eventos, basicamente foram tratados a questão legal das Instruções Normatizas e as boas práticas agropecuárias: conjunto de atividades, procedimentos e ações adotadas na propriedade rural com a finalidade de obter leite de qualidade e seguro ao consumidor e que englobam desde a organização da propriedade, instalações e equipamentos, além da formação e capacitação dos responsáveis pelas tarefas cotidianas.
Fonte: AEN

Fonte: Adapar

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora Brasil Caboclo

Com Elizeu Santos até às 06:59h