Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Programação Educadora

Interagir com o chat
Recados do programa RARIDADES - MAIKON OLIVEIRA

Está tocando agora RARIDADES - MAIKON OLIVEIRA

Menu

Protestos dos caminhoneiros refletem na agropecuária do Paraná; cooperativa suspende abate de suínos

Agronegócio

Em 23/05/2018 às 15:03 hrs

259 visualizações

Manifestações chegam ao 3º dia em todo o país. No Paraná, cooperativa do oeste suspendeu abate de 8 mil suínos em função da paralisação

Protestos dos caminhoneiros refletem na agropecuária do Paraná; cooperativa suspende abate de suínosProtestos dos caminhoneiros refletem na agropecuária do Paraná; cooperativa suspende abate de suínos

Desde segunda-feira (21), caminhoneiros realizam uma mobilização nacional nas estradas estaduais e federais contra os aumentos no preço do diesel. A paralisação já reflete em alguns setores da economia do Paraná.

A Frimesa, cooperativa de produtos alimentícios estabelecida em Medianeira, na região oeste, suspendeu o abate de suínos por tempo indeterminado. Por meio de nota, a empresa informou que a decisão é reflexo da paralisação dos caminhoneiros.

Com a suspensão das atividades, a empresa vai deixar de abater 8 mil suínos por dia. A carne é usada na produção de vários alimentos industrializados. A Frimesa detalhou que 85% dos alimentos produzidos são vendidos no Brasil e 15% são voltados para a exportação.

Leite jogado fora

Na Colônia Witmarsum, entre Palmeira e Ponta Grossa, o produtor Mayke Boldt contou ter descartado 3 mil litros de leite na terça-feira (22). Há previsão de que a mesma quantidade também seja jogada fora nesta quarta-feira. "Não tem transporte", diz.

Falta de ração para frangos

Em São João do Caiuá, no noroeste do estado, o estoque de ração para aves está acabando na propriedade de Carlos Eduardo Maia. Ele tem quatro aviários, mas apenas dois estão funcionando. São 140 mil aves que podem ficar sem alimento, se a situação não for normalizada em breve.

"Tenho um pouco para hoje, mas amanhã já vou ter que usar a ração que sobrou de um outro lote. Consigo tocar até amanhã, mas sexta-feira não terei mais nada", explicou o produtor.

Nos outros dois aviários que estão sem aves, o produtor estima que está tendo um prejuízo de R$ 2 mil por dia, pois não está produzindo.

Fonte: G1 Paraná

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora RARIDADES - MAIKON OLIVEIRA

Com Programação Educadora até às 02:29h