Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Programação Educadora

Interagir com o chat
Recados do programa Programação Educadora

coloca ai uma musica do enio cunha ai se vocês tem ai ..

Postado por Jose da Silva em 18/08/2018 às 10:16h

muito melhor agora com fm parabéns laranjeiras do sul e região por esse presente......

Postado por Jose da Silva em 18/08/2018 às 09:59h

Olá Antônio cruz estou te ouvindo via net aqui é o Fábio Barbosa manda um abraço pros meus pais la do santo Antônio n.l o senhor Barbosa e Adina Antonina estou com muita saudade. Pesso uma música do gaúcho da fronteira edisoque o VELHO gosta

Postado por Fabio Rodrigues Barbosa em 04/08/2018 às 18:54h

Olá Antônio cruz tudo certinho aqui só Fábio filho do barbosa estou escutando vc via Net aqui no mato grosso do sul são Gabriel do Oeste manda um abraço prós meus pais la no santo Antônio n.l. peso a música do gaúcho da fronteira edição que o velho gosta

Postado por Fabio Rodrigues Barbosa em 04/08/2018 às 18:51h

ola boa tarde estamos ouvindo o programa aqui em Marquinho gostaria que vcs se possível tocasse o casamento da baitaca ou qualquer outra dos fazendeiros e ofereço para todos aqui e para nosso povo da terceira idade aqui Um abraço para vcs ai. Roberto de Paula

Postado por Roberto de Paula em 07/07/2018 às 15:24h

Oiii Boa Tarde!!!!

Postado por Bruno Reverdosa Falcao em 23/06/2018 às 14:36h

boa tarde Antonio estamos aqui ouvindo seu programa ao vivo ,fazendo um risoto pra esquentar o frio mais a noite.Manda um abraço para minha cunhada la do rio bananas que esta aqui aproveitando o friozinho,Claudete gedak,meus sobrinhos Rennam, ea TAINA;SUA AMIGA SOLANGE GEDAK GOSTARIA DE OUVIR A MUSICA COM MUSICAL JM MADRUGADA GELADA

Postado por Solange Gedak em 02/06/2018 às 17:41h

oi boa tarde e o dinho um abraço pra voce e pra dupla tambem e o dinho kkkk

Postado por Osmar Morelli em 26/05/2018 às 16:36h

Aqui no Ireno Alves só dá educadora fm. Chegando mais longe agora. Estou estudando e ouvindo a 103.

Postado por Jéssica De Avila Follmann em 26/05/2018 às 09:36h

Estamos ligados na Educadora Fm. Chegando mais longe agora. Aqui estou estudando e ouvindo a educadora fm. Jéssica de Avila Follmann, Ireno Alves, Rio Bonito do Iguaçu.

Postado por Jéssica De Avila Follmann em 26/05/2018 às 09:33h

Qual o Zap da radio educadora?

Postado por Sidinei Goudinho Dos Santos em 12/05/2018 às 09:14h

Favor me passa o Zap da radio educadora.

Postado por Sidinei Goudinho Dos Santos em 12/05/2018 às 09:13h

Manda uma musica pro Nelson Anhaia

Postado por Luciane Anhaia em 05/05/2018 às 16:09h

Parabéns a toda equipe está tudo muito bom, a programação.

Postado por Luciane Anhaia em 05/05/2018 às 15:53h

está muito bom toda a programaçao parabéns a toda equipe

Postado por Willianelucineia Trento em 05/05/2018 às 13:25h

Está tocando agora Programação Educadora

Menu

Rapidinha - Fique de olho se o seu filho está jogando o Momo do WhatsApp

Informação

Em 08/08/2018 às 16:34 hrs

952 visualizações

Desafio é considerado o novo "Baleia Azul"

Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Ela se chama Momo e sua aparência é aterrorizante: olhos esbugalhados, pele pálida e um sorriso sinistro. Sua imagem ficou famosa pelo WhatsApp, disseminada como um desafio viral. Mas autoridades e especialistas advertem que pode ser algo muito mais sério do que uma simples distração online.

"Tudo começou em um grupo de Facebook onde os participantes eram desafiados a começar a se comunicar com um número desconhecido", publicou no Twitter a Unidade de Investigação de Delitos Informáticos do Estado de Tabasco, no México.

"Vários usuários disseram que, se enviassem uma mensagem à Momo do seu celular, a resposta vinha com imagens violentas e agressivas. Aliás, há quem afirme que teve mensagens respondidas com ameaças."

O fenômeno se extendeu por todo o mundo, da Argentina aos Estados Unidos, França e Alemanha.

Não está claro o quão disseminado o jogo está no Brasil, mas Rodrigo Nejm, da ONG Safernet, alerta para os riscos. "É mais uma isca usada por criminosos pra roubar dados e extorquir pessoas na internet", diz.

Nejm diz que sua organização já foi procurada por pais e educadores preocupados com o jogo, mas ainda não recebeu nenhuma denúncia específica.

A Polícia Nacional da Espanha também fez alertas sobre o assunto, reforçando que "é melhor ignorar desafios absurdos que entram na moda no WhatsApp".

A Guarda Civil do país disse no Twitter: "Não entre no 'Momo'! Se gravar o número na sua agenda, vai aparecer um rosto estranho de mulher. É o mais recente viral de WhatsApp a entrar na moda entre os adolescentes."

Mas apesar das advertências, ainda há muita confusão. Quem é Momo, de onde saiu e por que temos que prestar atenção nisso?

DE ONDE VEM O JOGO

A internet está cheia de perguntas sobre Momo.

No Reddit, alguém perguntou em inglês há apenas uma semana: "Quem é Momo, a menina do WhatsApp? Encontrei há pouco um vídeo que dava medo. Acho que é uma brincadeira elaborada, mas não tenho certeza".

Esta foi a resposta mais votada: "Alguém de um país de língua espanhola tirou a foto, criou uma conta de WhatsApp e espalhou os rumores para contactar a Momo. Dessa conta, envia mensagens e imagens inquietantes a quem escreve para ela. Em algumas, insinua que tem informações pessoais sobre a pessoa."

O youtuber ReignBot, que tem mais de 500 mil inscritos em seu canal, publicou um vídeo visto por milhões de pessoas em que explica que é difícil encontrar o usuário de WhatsApp que criou a Momo, mas sabe-se que está vinculado a pelo menos três números de telefone que começam com 81, código do Japão, e dois latino-americanos, um da Colômbia (52) e outro do México (57).

Talvez por isso a Momo tenha ficado especialmente conhecida na América Latina.

Segundo o especialista Rodrigo Nejm, há cada vez mais números se espalhando com a Momo.

A origem da imagem é japonesa. Pertence a uma escultura de uma mulher-pássaro que foi exposta em 2016 numa galeria de arte em Ginza, um luxuoso distrito de Tóquio, e que fez parte de uma exposição sobre fantasmas e espectros.

As fotos foram tiradas de uma conta do Instagram, explicam as autoridades mexicanas.

OS RISCOS

Mas por que o jogo é perigoso? Qual é o problema de escrever para um número desconhecido no WhatsApp?

Os investigadores mexicanos citam cinco possíveis razões:

"Lendas urbanas existem desde sempre, e com a internet isso não mudou. Criminosos aproveitam para surfar essa onda", diz Rodrigo Nejm.

Os especialistas em crimes cibernéticos aconselham a não fomentar a cadeia de mensagens e não contactar números desconhecidos para evitar cair em fraude, extorsão ou outro tipo de ameaça.

Dar seu número a um estranho pela internet nunca é uma boa ideia.

O QUE OS PAIS PODEM FAZER

"Pais devem orientar seus filhos de que é mais um golpe e deixar claro para eles que é importante proteger seus dados pessoais na internet", diz Nejm.

"Ter domínio do aparelho não significa ter maturidade para reconhecer situações de perigo."

Nejm diz que, se alguém estiver "conversando" com a Momo e ela pedir algo indevido - se houver uma extorsão ou um pedido de foto, por exemplo -, deve-se salvar a conversa e procurar uma autoridade. Ele adverte que não basta dar "print" na conversa. É preciso exportar a conversa para nós mesmos. O WhatsApp tem uma ferramenta que permite isso.

Ele também sugere que pais consultem o canal de ajuda da ONG, canaldeajuda.org.br, que orienta as pessoas sobre o que fazer em situações de violência online.

 

Tags:

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora Programação Educadora

Com Programação Educadora até às 21:00h