Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Programação Educadora

Interagir com o chat
Recados do programa: UMA HORA SEM PARAR

Boa tarde tali td bem gatona manda um oi pra nós aqui do Pv lucineia vieira na esculta

Por Lú Vieira em 03/02/2021 às 15:27h
Programa A Tarde é Show

Boa tarde, bom trabalho,Candói dele chuva kkkk.

Por Jorge Lopes em 28/01/2021 às 11:57h

Boa Tarde, uma ótima sexta feira

Por Jorge Lopes em 22/01/2021 às 12:19h
Programa Jornal Educadora

Manda alô aqui, minha querida, Edson Dolinski, Mamborê/PR, na Advocacia Dolinski, te ouvindo. Bjo!

Por Edson Dolinski em 22/01/2021 às 11:17h
Programa Super Manhã

Toca Anunciação- Alceu Valensa

Por Val Machado em 22/01/2021 às 09:00h
Programa Manhã 103

Bom dia. Estamos trabalhando na loja e ouvindo a 103 junto com minha bebê de 3anos, manda beijos a ela que fez aniversário dia 11/01, Barbara. Mamãe Valdirene Machado.

Por Val Machado em 18/01/2021 às 09:56h
Programa Manhã 103

Boa tarde. assistimos todos os dias: Jorge de Candói

Por Jorge Lopes em 14/01/2021 às 12:10h
Programa Jornal Educadora

SOU A ZERLI DE CASCAVEL GOSTARIA DE PEDIR UMA MUSICA MEU VELHO PAI OFEREÇO AO MEU PAISEU DAURI DO RIO BANANA QUE TA DE ANIVERSARIO HOJE

Por Zerli Quadros em 08/01/2021 às 14:11h
Programa A Tarde é Show

Bom dia para Roncador - Paraná e ao grande amigo celso jr um abraco do Eluir Ribeiro.

Por Eluir Jr. em 07/01/2021 às 09:49h
Programa Manhã 103

Bom dia! Aqui é o Guido Favero de Chopinzinho estamos ligado no bolicho Assando uma ponta de peito caprichada Toca pra nós o milagre do ladrao zilo e zalo

Por Willian Zuconelli Favero em 13/12/2020 às 12:01h
Programa Prosa e Gaitaço

Oi tio!!! É o Henry daqui do MT!!! Abraço pra vcs!!! Manda ou abraço para o povo la da casa!!! Fique com Deus!!!

Por Mara Souza em 03/12/2020 às 20:38h
Programa Ferro Velho

Super Manhã no ar

Por Luiz Lima em 01/12/2020 às 10:04h
Programa Super Manhã

bom dia toca agrofara

Por Daniel Tartari Santos em 23/11/2020 às 08:42h
Programa Manhã 103

Bom dia aqui e o Lucas Alves Quero mandar um abraço para minha família to acompanhando a radio por internet aqui de lages Santa Catarina

Por Lucas Alves em 22/11/2020 às 10:31h
Programa Bolicho do Galizé

Como está Guarapuava? Por favor

Por Cristiane Belloni em 15/11/2020 às 18:46h
Programa Laço do Peão

Está tocando agora UMA HORA SEM PARAR

Menu

Salário mínimo regional será reajustado em 100% do INPC e deve partir de R$ 1,6 mil

Economia

Em 16/11/2021 às 16:13 hrs

373 visualizações

Representantes de empresários e das centrais sindicais que integram o Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda definiram que o piso regional do Paraná será reajustado em 100% do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 2021. Com a decisão, o Estado tende a seguir com o maior de piso regional do País.

© Gilson Abreu/AEN© Gilson Abreu/AEN

Representantes de empresários e das centrais sindicais que integram o Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda definiram que o piso regional do Paraná será reajustado em 100% do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 2021. O acordo contou com a coordenação do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda, da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.

Com a decisão, o Estado tende a seguir com o maior de piso regional do País. O valor exato será divulgado no começo de janeiro pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, mas, de acordo com projeções, deverá aumentar dos atuais R$ 1,4 mil para cerca de R$ 1,6 mil (primeira faixa do piso).

O Conselho é formado por representantes do Governo do Estado, de seis federações do setor patronal e seis principais centrais sindicais (representando os trabalhadores). A regra de reajuste foi definida por consenso.

“O salário mínimo regional é uma referência para a negociação das categorias sindicalizadas e uma garantia para as categorias que não têm sindicato ou acordos e convenções coletivas de trabalho”, afirmou o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

A chefe do Departamento do Trabalho e Estímulo de Renda da Sejuf, Suelen Glinski, afirma que o processo adotado no Paraná é democrático. “A política de valorização do Piso Salarial no Estado do Paraná é definida de forma tripartite e democrática entre os representantes das centrais sindicais e federações patronais, com a mediação do Governo do Estado. Hoje o Paraná possui o maior piso regional do País e com a nova regra definida a previsão é a de que se mantenha como líder no ranking nacional. É uma conquista aos trabalhadores do nosso Estado que esta política seja definida por este colegiado desde 2011”, disse.

Dos cinco estados brasileiros que adotam o mínimo regional (Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Santa Catarina), até o momento apenas o Paraná chegou a um acordo. “No Paraná, houve o reconhecimento das duas partes que o momento pede flexibilização. E os dois lados cederam um pouco”, explicou Julio Suzuki, do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Social (Ipardes), que auxiliou nos estudos para a definição dos valores.

“Os empresários entenderam que era preciso fazer um esforço para chegar a esse valor, mas que é justo para o trabalhador”, disse a advogada Juliana Bacarin, que representou a bancada patronal no Conselho.

Desde 2006, ano da criação, o salário mínimo regional do Paraná sempre foi estabelecido em patamares superiores aos do salário mínimo nacional. O reajuste no Estado utiliza o mesmo índice aplicado nacionalmente, baseado na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior.

São quatro faixas salariais, que beneficiam técnicos de nível médio; trabalhadores de serviços administrativos do setor de serviços e vendedores do comércio em lojas e mercados; trabalhadores agropecuários, florestais, da caça e pesca; da produção de bens e serviços industriais; e de manutenção e reparo.

O piso regional garante aumento aos trabalhadores de categorias que não têm convenção ou acordo coletivos de trabalho ou cujo piso salarial não é definido em lei federal. Ele também traz uma base para garantir patamares mínimos para as negociações das categorias com convenção coletiva. 

Fonte: AEN-PR

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora UMA HORA SEM PARAR

Com Programação Educadora até às 12:59