Login Rádio Educadora

Você só precisa fazer login para continuar

Audi Morais

Interagir com o chat
Recados do programa SUPER TARDE

Boa tarde Audi estamos ligado aqui na Mate Laranjeiras!!

Postado por Ellen Klos em 16/05/2018 às 15:22h
Programa Super Tarde.

Oi boa tarde Audi. Eu e Cléo estamos em Araucária e estamos curtindo seu programa. A Cléo está mandando bjs pra você e a Su. Parabéns pelo programa. ????abraço pra vocês!

Postado por José Ivan Brechmz em 10/05/2018 às 15:26h
Programa Super Tarde.

Boa tarde estou te assistindo, ta gata em Audi. parabens programa lindo estudio maravilhoso.

Postado por Solange Santos em 10/05/2018 às 15:08h
Programa Super Tarde.

oi Audi mandai oi to na escuta aqui na prefeitura de Virmond Mari

Postado por Marilene Pereira de Lima em 04/05/2018 às 15:43h
Programa Super Tarde.

Boa tarde Audi e todo pessoal da radio, quero homenagear meu marido Jocemar dos Santos (conhecido como neguinho) que hoje está comemorando idade nova.. manda um abraço pra ele. Quero homenagear meu primo Vando Moreira dos Santos e Bruna Caleffi dos Santos que hoje comemoram mais um ano de vida. Um grande abraço. Maria Helena. Coloca eles no sorteio do aniversario da semana ^^ se estiverem ainda com a promoção do sorteio nas sextas hehehehe pra comermos o bolo tudooo junro ao som da radiooo educadora a melhor ^^ :D

Postado por Maria Helena em 02/05/2018 às 15:37h
Programa Super Tarde.

Está tocando agora SUPER TARDE

Com Audi Morais até às 16:59h

Menu

TRF-4 julga nesta quinta último recurso de Dirceu em segunda instância de processo da Lava Jato

Política

Em 17/05/2018 às 07:26 hrs

44 visualizações

Ex-ministro poderá ser preso caso o recurso seja negado. Pena é de 30 anos e 9 meses de prisão por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro

TRF-4 julga nesta quinta último recurso de Dirceu em segunda instância de processo da Lava JatoTRF-4 julga nesta quinta último recurso de Dirceu em segunda instância de processo da Lava Jato

O último recurso em segunda instância de José Dirceu em um dos processos que responde na Lava Jato será julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) na tarde desta quinta-feira (17), em Porto Alegre. Se for negado, o ex-ministro pode ser preso.

Dirceu apelou ao tribunal contra a condenação em primeira instância, mas os desembargadores mantiveram a decisão e aumentaram a pena para 30 anos e 9 meses de prisão por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Nesta quinta, os desembargadores julgam os embargos de declaração, que permitem verificar se existe alguma dúvida, contradição ou explicação a ser dada sobre a decisão. Ele será analisado pela 4ª Seção, formada por seis desembargadores, que é a mesma que negou os embargos infringentes em 19 de abril. Entre os pedidos da defesa está o recálculo da pena.

Os advogados de Dirceu haviam entrado ainda com um recurso contra a realização do julgamento nesta quinta, alegando que apresentariam memoriais aos desembargadores. O pedido, no entanto, foi negado pela desembargadora federal Cláudia Cristina Cristofani, na noite de quarta-feira (16), que entendeu que as informações já poderia ter sido apresentadas no prazo dado para o recurso, além de um pedido semelhante ter sido feito nas vésperas de um outro julgamento.

Nesta ação, Dirceu é acusado de irregularidades na Diretoria de Serviços da Petrobras. O ex-ministro responde ainda a outros três processos relativos à operação que descobriu um esquema de corrupção na estatal.

Dirceu chegou a ficar preso no Paraná entre agosto de 2015 e maio de 2017, quando conseguiu no Supremo Tribunal Federal (STF) um habeas corpus para aguardar em liberdade o julgamento dos recursos, mas com monitoramento por tornozeleira eletrônica.

Segundo decisão do próprio TRF-4, após esgotados os recursos no tribunal, Dirceu pode voltar à prisão para cumprir a pena. Para isso, o TRF-4 precisa emitir ao juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal no Paraná, o ofício autorizando a execução da pena. Mesmo que seja preso novamente, Dirceu ainda pode recorrer da condenação nos tribunais superiores.

A defesa de Dirceu chegou a pedir ao STF que ele não fosse preso após o fim do trâmite do processo na segunda instância. Mas, em 19 de abril deste ano, o ministro Dias Toffoli rejeitou o pedido e afirmou que não poderia decidir sozinho sobre o assunto. Ele, então, encaminhou a decisão final à Segunda Turma, composta por cinco ministros, que ainda não analisou a matéria.

A pena de Dirceu é a segunda mais alta no âmbito da Lava Jato até o momento. A primeira é a que foi aplicada a Renato Duque: 43 anos de prisão.

Seja o(a) primeiro a comentar!

Enviando Comentário Fechar :/

Está tocando agora SUPER TARDE

Com Audi Morais até às 16:59h